Loading...

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Dificil acreditar nas palavras que lhe são ditas.


Talvez eu possa ser uma tola ao dizer que para vocês as coisas são realmente mais fáceis, ou que não tem algo em vocês que eu possa definir como um sentimento verdadeiro que possa se qualificar a reputação que vocês levarão adiante após conseguir o que querem. É difícil eu me descrever no momento, ou descrever meus sentimentos, pois eles estão conturbados. Não canso de me perguntar se talvez a errada de tudo isso seria realmente eu. Talvez por ser tão ingénua, e acreditar que as pessoas possam mudar, ou tentar fazer diferente. Queria eu uma vez ter ouvido o que meu coração realmente dizia quando ele resolveu retomar a palavra sobre mim, ouvir o que meu coração me dizia quando eu naquele momento definitivamente não queria mais nada, e não sabia mais me definir diante a ele, quando o que se passava na minha cabeça era somente tolas questionações que não tinham tantas importâncias naquele momento. Porque está voltando a falar comigo? Será que devo acreditar? Agora eu sei que minhas tolas questionações não eram em vão elas estavam tentando me alertar das respostas que eu teria se seguisse adiante. Agora eu tiro minhas próprias conclusões e respostas sobre tudo. É muito fácil falar coisas bonitinhas e saber que a menina é dócil e vai cair fácil, mesmo sendo a mais difícil. Qual a menina que não se derrete quando alguém lhe fala algo fofo, ou AQUELE alguém lhe fala o que sempre quis ouvir. Sim agora eu consigo entender alguns propósitos, mas ainda continuo tentando entender no que devo pensar, fazer ou como agir daqui em diante. Será que é correto eu afirmar: "NÃO FOI ELE O ERRADO! OU, ELE NÃO TE FEZ SOFRER, VOCÊ MESMA SE PERMITIU ISSO NO MOMENTO EM QUE DEIXOU ELE ENTRAR NOVAMENTE EM SUA VIDA, DANDO-LHE O DIREITO DE SE APROFUNDAR EM TEUS SENTIMENTOS, ELE NÃO TINHA NENHUM PROPÓSITO CONTIGO, E ELE NÃO DEVERIA TE DAR O VALOR QUE TANTO QUERIA, E SIM VOCÊ TEVE A MAIOR PARCELA DE CULPA NISSO TUDO, VOCÊ NÃO SE DEU O CORRETO VALOR E NÃO ZELOU PELOS TEUS SENTIMENTOS, FOI FRÁGIL AO DEIXAR SE ABALAR COM PALAVRAS SEM NEM MUITO SIGNIFICADO." Agora as minhas verdades e respostas vieram a tona, e eu posso realmente afirmar, que as pessoas não se permitem tentar mudar, as pessoas não medem esforços para ver a outra feliz, vivem em torno de perguntas, e não se dão o direito de ter uma resposta após tentar, preferem fracassar antes de ver o resultado, não esperam que a outra pessoa possa ser diferente das demais, não se permitem esquecer o mundo e e seguir sem frente no que quer para si, elas vivem em cima de inseguranças e de conclusões sem ao menos terem tentado fazer acontecer. A vida de todos seria bem mais fácil e diferente se soubéssemos o significado das palavras e o poder que elas tem para as pessoas, se tivéssemos certeza antes de arriscar e a capacidade de concluir TENTAMOS MAS NÃO DEU CERTO!